Museu Oceanográfico Univali, em Balneário Piçarras

0
546
Museu Oceanográfico Univali
Conheça o Museu Oceanográfico Univali, o maior espaço na área de história natural na América Latina e o segundo maior do mundo em oceanografia, que fica em Balneário Piçarras, Santa Catarina.

Quem ai curte pesquisar sobre os segredos dos oceanos? Suas profundezas e mistérios? Eu adoro e para matar um pouco minha curiosidade fui visitar o Museu Oceanográfico Univali (MOVI), que fica em Balneário Piçarras.

+Leia também sobre o Museu Nacional do Mar

O Museu

Criado em 1987 o Museu Oceanográfico Univali (MOVI) tem como objetivo desenvolver coleções com o maior número de espécies marinhas, possibilitando a realização de pesquisas que representem o conjunto da biodiversidade do litoral brasileiro, além de divulgar o nosso patrimônio biológico marinho para o público em geral. É o maior museu oceanográfico da América Latina e figura entre os quatro principais acervos de história natural do Brasil.

Mesmo tendo mais de 30 anos de existência, apenas em dezembro de 2015 o Museu começou a receber visitantes. Antes ele era um espaço para pesquisas científicas. Foram quase 10 anos de estudos e análise do acervo que seria disponibilizado ao público, em uma excepcional exposição permanente.

Seu curador o Prof. Jules Solto, coletou ainda criança a primeira peça de seu acervo. Era uma pequena sardinha que hoje está exposta junto com outras diversas espécies marinhas!

O Museu possui uma área de 1000m² com uma temática que abrange a formação dos oceanos através de seus recursos vivos e minerais, evolução dos seres vivos e história da oceanografia. Está organizado em 7 alas, nomeadas por cores, onde ficam dispostos por ordem dos organismos mais primitivos e antigos como esponjas, corais, moluscos e crustáceos. Aos mais complexos e evoluídos, como os peixes cartilaginosos, aves, répteis e mamíferos marinhos.

A visita é autoguiada e dura em torno de duas horas. A medida que vamos caminhando por seus corredores e vitrines, é como se estivéssemos realmente no fundo do mar, pois o ambiente de luz (pouca luz, diga-se, justamente para imitar o fundo do mar) e sons é preparado para isso.

Na Ala Azul, temos a História da Oceanografia

Aqui encontramos livros raros sobre os oceanos, fósseis de algas azuis e de dinossauros, e um pedaço de meteorito. Uma miniatura do HMS Beagle, navio da Marinha Real Britânica que participou de grandes expedições de pesquisa, levando como um de seus tripulantes,  o jovem Charles Darwin.

Outra réplica que chama atenção na exposição é da Calypso, barco oceanográfico que cruzou os mares realizando pesquisas, com a tripulação de Jacques Cousteau, o famoso pesquisador e documentarista francês. Pertenceu a Cousteau de 1950 a 1996.

Museu Oceanográfico Univali Barco Calypso

Ala VermelhaInvertebrados

O Museu possui a maior coleção de conchas do Brasil e segunda da América Latina (90.000 peças). Ali estão, lado a lado, a maior concha e o maior caramujo do mundo. A Tridacna gigante, considerada a maior concha do planeta e muito desejada por colecionadores (tirem o olho dessa que já tem dono!!).

Museu Oceanográfico Univali

A carcaça de uma Lula-gigante, muito bem conservada, com aproximadamente quatro metros também está nessa ala. Esse animal vive em grandes profundidades (1000 a 2000 metros). Assim como o coral vermelho do Mediterrâneo, utilizado na confecção de jóias. De tão precioso ganhou o nome de ouro vermelho.

Museu Oceanográfico Univali Lula Gigante

Museu Oceanográfico Univali Corais

Ala VerdeCartilaginosos

Nessa ala temos a maior maior coleção privada de tubarões e raias do mundo (9.900 peças), o que o deixou reconhecido mundialmente por isso. Só de tubarões são 87 espécies expostas!! Eu morro de medo desse bicho, mas sou fascinada por ele. Já assisti o filme Tubarão milhares de vezes. Adoro!

Alguns são bem raros. Entre eles o tubarão-espinhoso, que tem esse nome pela textura da pele. Dos 8 conservados no mundo, quatro estão no Museu da Univali.

Museu Oceanográfico Univali Tubarões

Passamos pelo corredor onde estão os tubarões conservados e nos deparamos com o painel cheio de mandíbulas. Elas agem como a digital do tubarão, possibilitando assim a identificação caso haja um ataque e a vítima seja mordida (ai que horrível isso).

Museu Oceanográfico Univali Tubarões

Nessa ala ainda podemos ver os tipos de raias que existem (o povo costuma chamar de arraias).

Ala MarromÓsseos

Aqui nessa ala fica outra das maiores coleções, a de peixes marinhos do sul do Brasil (7.300 peças). Objetos a famosa moeda chinesa em forma de peixe também estão ali. No centro da sala um peixe baiacu-de-espinho inflado, se prepara para o ataque ao se sentir ameaçado. Ah e os peixinhos que deram origem ao Nemo nadam felizes em seus aquários! Uma fofura 🙂

Museu Oceanográfico Univali Baiacu de Espinho

Museu Oceanográfico Univali Nemo

Ala Cinza: Répteis

Mais uma coleção, considerada a maior da América do Sul, é a de tartarugas marinhas (400 peças). Existem apenas 7 espécies de tartarugas conhecidas no mundo e 5 delas encontramos no Brasil. A tartaruga de couro é a maior tartaruga conhecida, é chamada de tartaruga-gigante. Um filhote com cerca de 750 kg, que foi encontrado em Itapema em 1998, foi empalhado e está exposto no museu.

Objetos e utensílios produzidos com a carapaça da tartaruga também fazem parte da mostra, falando que esse foi um dos motivos para que muitas fossem extintas, a ganância do ser humano (como sempre né?), não tem limites. Infelizmente esse tipo de coisa parece estar longe de acabar.

Museu Oceanográfico Univali Tartarugas

Museu Oceanográfico Univali Tartarugas

Ala Bege: Aves Marinhas

Nessa ala encontramos a segunda maior coleção de aves marinhas do Brasil (650 peças), como pinguins, gaivotas, albatrozes, entre outras.

Museu Oceanográfico Univali Aves Marítimas

Ala PretaMamíferos

O circuíto da visita chega ao fim na Ala Preta, onde está a maior coleção de mamíferos marinhos do Brasil (600 peças). Aqui Orcas, baleias Mink, Cachalote, entre outras espécies, tiveram suas ossadas montadas e suspensas de forma que parecem nadar no fundo do mar. O efeito é muito legal.

Museu Oceanográfico Univali

Um dado importante é que nenhum animal foi caçado e trazido para a coleção. Todos foram coletados já mortos pelo curador Jules Solto e seus alunos, ao longo desses 30 anos de estudo, que também acompanha e monitora a pesca industrial na região.

Ao sair pare um pouco para admirar e ler o que diz o Painel Gigantes dos Oceanos com 50 metros de comprimento, que fica na área externa do Museu. O objetivo é tentar mostrar a dimensão das profundezas do oceano, que tem em média, 4 mil metros de profundidade.

É nesse momento, diante de algo tão grandioso que vejo como sou (somos) pequenos se comparados a grandiosidade dos animais marinhos. No painel, em escala real, temos a Baleia Azul, o maior de todos os animais que já existiu na terra, com 33,6 metros. O maior Tubarão já encontrado, medindo 12,65 metros. O Peixe Lua, mais longo peixe-ósseo com 8 metros de comprimento. E o maior dos invertebrados, a Lula Colossal, com 14 metros.

Imagina estar de boas lá no mar e pá, dar de cara com um bichão desses!!!

Museu Oceanográfico Univali Painel gigante

Ahh não deixe de tirar uma foto com o Mascote do Museu, o Tuba. Ele foi inspirado em um tubarão-baleia com 9 metros, que hoje se encontra conservado em formol numa piscina até que o tanque onde ficará exposto seja concluído. Eu já estou bem curiosa para voltar lá e ver isso!

Aproveite também para dar uma olhadinha na lojinha. Pelúcias das diversas espécies de peixes, botons, imãs, bonés, camisetas com a carinha do Tuba, livros entre outras coisas, estão a disposição para quem quiser levar uma lembrança! 😉

Eu coloquei lado a lado o fofinho Tuba e o mais temido dos tubarões, o Tubarão Branco. Arrepia só de olhar né?!?

Endereço: Avenida Sambaqui, 318 – Bairro Santo Antônio (às margens da BR 101). Estacionamento gratuito. Telefone: (47) 3261-1287 /3261-1403. Ingressos: inteira R$30,00/meia R$15,00 (Valores fevereiro/2018). Funcionários da Univali, estudantes e idosos pagam meia-entrada). A visita é auto guiada, mas se quiserem o acompanhamento de um guia é aconselhável ligar antes e agendar. Funciona todos os dias das 10h às 18h.

Sugestão de outras cidades para visitar 😉 O Museu está a 110 km de distância de Florianópolis, a 14 km do Aeroporto de Navegantes, 8 km do Parque Beto Carrero, 30 km de Balneário Camboriú e a 50 km de Blumenau!

+Encontre seu hotel em Balneário Piçarras

Museu Oceanográfico Univali

Espero que tenham gostado dessa visita ao Museu. Sou fascinada pelo mar e seus mistérios. Ao mesmo tempo tenho medo do que posso encontrar, caso algum dia vá bem fundo ahahahah. E vocês? Também tem essa curiosidade de saber o que tem por lá?


PLANEJE SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRACotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas! Ou compare o preço de seus hotel pelo Trivago.

INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com, Trivago e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.