Olinda, Patrimônio Histórico da Humanidade

8
714
Olinda Pernambuco Convento São Francisco
Considerado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO, Olinda em Pernambuco, completa 483 anos hoje, dia 12 de março. O detalhe é que sua cidade irmã, Recife, também faz aniversário no mesmo dia, 481 anos. É comemoração que não acaba mais!

Já estive em Olinda por três vezes, na época nem sonhava em ter um blog e minha única preocupação era andar sem destino por suas ladeiras, apreciando a vista que ela proporciona do mar (e que mar, minha gente!) e me deslumbrando com os casarões e Igrejas que encontrava pelo caminho. Por isso esse post é mais uma homenagem a essa cidade cheia de história, do que propriamente um roteiro.

Olinda Pernambuco
Fique atento aos detalhes do casario histórico

Mas calma! Para que não fique só um post de “lembranças e reflexões”, ao final o texto vocês encontram uma listinha de blogs amigos, com dicas, roteiros e muito mais. Bora lá então, conhecer Olinda?! 😉

Olinda Pernambuco ladeiras
Coloque um calçado bem confortável e ande por suas ladeiras!
Em uma das ruas encontrei esse dog fofo! Uma placa dizia: cuidado com o cão bravo, mas ele era só chamego!

A História de Olinda

Olinda ainda era um povoado quando foi fundada, em 1535, pelo primeiro donatário da Capitania de Pernambuco, o português Duarte Coelho. Seu fundador trabalhou muito para seu desenvolvimento através da agricultura e de engenhos de açúcar. Em 1537 é elevada a Vila fazendo com que Duarte Coelho mandasse construir um prédio para a Câmara do Senado de Olinda, que em 1676 passa a pertencer e Igreja, sendo transformado em Palácio Episcopal. Desde 1977 o prédio abriga o Museu de Arte Sacra de Pernambuco (MASPE).

Olinda Pernambuco Palácio Episcopal
Imagem: Site Cultura PE

Foi a cidade mais rica dos tempos do Brasil Colônia, chegando a ser considerada como uma “pequena Lisboa”, em função das riquezas que ostentava. Entre 1624 e 1625 foi a Sede da Capitania de Pernambuco, vindo a perder esse status após a invasão holandesa. Foi saqueada e viu suas relíquias e tudo de valor que tinha, serem levados pelos invasores que começavam a construir a Nova Holanda, atual Recife.

Olinda Pernambuco azulejos portugueses
Lindos azulejos portugueses na fachada de um casarão

Em 1631 Olinda é incendiada pelos holandeses. Por considerarem a sua localização de difícil defesa transferiram a sede para Recife. Após cessarem os conflitos volta a ser sede da capitania, mas sem a força e influência que tinha antes. Em 1837 deixa de ser capital de Pernambuco em definitivo, passando a sua irmã, Recife, a ser sede do governo provincial.

Em 1982 Olinda foi declarada pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. É a mais antiga entre as cidades brasileiras a receber esse título, e o segundo centro histórico com essa deferência, atrás apenas de Ouro Preto, em Minas Gerais.

Olinda Pernambuco jardins
Fico encantada com jardins. Não resisti e fotografei esse!
Olinda Pernambuco Frevo
Apresentação de Frevo no Mercado de Artesanato do Alto da Sé
Olinda Pernambuco Ladeira da Sé
Ladeira da Sé, que leva a Catedral Sé de Olinda

Catedral Sé de Olinda

A Catedral Sé de Olinda foi mandada construir originalmente com a técnica de taipa (barro), pelo então donatário, Duarte Coelho. Ficava no ponto mais alto do povoado servindo também de observatório contra possíveis ataques de navios inimigos. Foi dedicada a Nosso Senhor Salvador do Mundo. Em 1548 começa a construção de uma nova igreja maior e com uma estrutura mais forte. Sofreu com a invasão holandesa e foi usada como estrabaria pelos soldados. Olinda Catedral Sé

Durante o incêndio de 1631 foi praticamente destruída, restando, como por milagre, apenas sua porta principal quase que intacta. É a única peça ainda original na igreja. Seu estilo é Maneirista, algo entre o renascentista e o barroco. Fica no Alto da Sé, Bairro do Carmo e fica aberta a visitação todos os dias, até as 18h.

Olinda Catedral Sé

Bem em frente a Catedral fica o Mirante da Caixa D’água. Com 20 metros de altura oferece uma vista panorâmica de Olinda e boa parte de Recife.

Olinda Pernambuco Mirante da Caixa D'água

Convento de São Francisco

É considerado o convento franciscano mais antigo do Brasil. Sua construção em estilo barroco, foi iniciada em 1585, mas sofreu com o incêndio de 1631. Ainda no século 17 conseguiu ser reconstruído. Bem em frente ao prédio fica um cruzeiro trabalhado em pedra de arenito que foi toda retirada dos arrecifes.

Olinda Convento de São Francisco

Olinda Convento de São Francisco Cruzeiro
Do Convento pode-se ver uma das torres da Catedral

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Construída em 1580 como Capela de Santo Antônio e São Gonçalo, em 1581 passa a ser o Convento do Carmo. É considerada a mais antiga igreja da Ordem das Carmelitas nas Américas. Em frente a Igreja fica o terceiro cruzeiro mais antigo da cidade. Até 1630 ostentava em sua torre o maior sino de Olinda, que foi pilhado e desmanchado pelos holandeses para fazer armamentos (esses holandeses eram o capiroto né não!?!) 🙁 Foi construída em estilo barroco.

Igreja do Carmo de Olinda

Igreja do Carmo de Olinda

Esse foi o meu passeio por Olinda, mas ela tem muitos outros pontos de interesse como museus e centros culturais. E seu famoso carnaval, lógico! Que lota de foliões as ladeiras. Um dos pontos de parada, inclusive, é em frente a casa de Alceu Valença, que toca para a multidão da varanda da casa. Mas como falei antes, aqui segue uma listinha de posts bem detalhados sobre Olinda e Recife! 😉

Amanda Trintim, As Viagens de TrintimRoteiro de um dia em Olinda

Klécia Cassemiro, Fui Ser ViajanteO que fazer em Recife e Olinda

Daniela Almeida, D&D Mundo AforaOlinda (Pernambuco) Patrimônio Histórico da Humanidade

Carol May, Dicas e Roteiros de ViagemRecife e Olinda em um dia

Carol Miranda, Vamos Por AiOlinda, famosa por suas ladeiras

Olinda Pernambuco


PLANEJE SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRACotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas! Ou compare o preço de seus hotel pelo Trivago.

INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com, Trivago e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

8 COMENTÁRIOS

    • Oi Carol! Que privilégio hein? Ter as duas cidades ai, ao teu lado! Eu gostei muito das vezes que estive por ai, mas ainda tenho que voltar, agora com um olhar mais apurado! Tenho muitos amigos de Recife e todos são gente boa demais! Beijos

  1. Oi Márcia, Olinda é uma cidade super charmosa, né? Tenho muita vontade de voltar por lá, pois também fui muito antes de ter blog. Obrigada por citar o Vamos Por Aí. Bjs

  2. Nossa, que honra sem tamanho aparecer aqui representando uma cidade que representa tanto pra mim. Olinda viu minha maturidade, minhas aspirações de moça jovem, meu desabrochar pro mundo e pra essa vontade de rodar o mundão. O mar de Olinda foi meu primeiro mar, a tapioca de Olinda temperou algumas das minhas primeiras noites de ‘independência’, vida adulta, essas coisas.
    Minha memória afetiva por essas ladeiras não tem nada que pague. E descobrir que você também ama a minha terrinha, que alegria, Márcia! <3

    • Que coisa linda de se ler, Klécia! Se tem uma coisa que admiro demais nos Pernambucanos é o orgulho de sua terra. Eu entendo bem isso por que sou apaixonada pelo meu Rio Grande do Sul. É aquela história de mesmo não morando mais nas nossas terras, elas são nossa base, nossas raízes. Honra a minha poder compartilhar desse sentimento por uma lugar tão lindo e cheio de história. Um beijão

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.