Febre amarela, o que fazer? Vacina, sintomas e cuidados necessários

0
82
Febre Amarela
Imagem: Site Ministério da Saúde

Quando foi a última vez que vocês ouviram falar em Febre Amarela, antes dela voltar a ser notícia em 2017? Faz tempo né?!

Conforme o Ministério da Saúde entre os anos de 1980 a 2004, foram confirmados 662 casos de febre amarela silvestre no Brasil. Na ocasião 339 óbitos foram registrados. Depois disso, entre o final de 2007 e início de 2008 alguns casos também ocorreram. Um intervalo de oito anos foi aberto e, entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017, voltou a ser notícia, quando 900 casos foram registrados. A partir dai o assunto tomou as pautas de todos os jornais se intensificando no fim ano passado, quando virou evidência em função de casos de mortes registradas em São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal.

Isso tudo motivou uma corrida aos postos de saúde e vacinação, não só nos estados mais afetados, mas também no Espírito Santo, Bahia, Tocantins, Santa Catarina e zonas rurais de diversos outros estados fazendo com que a vacina da febre amarela tivesse de ser fracionada para atender a demanda crescente. Mas esse fracionamento garante mesmo a imunização? O Ministério da Saúde afirma que sim. Por isso saiba agora sobre o que é a doença, a vacinação e, quem pode e não pode receber a vacina!

Febre Amarela
Imagem – Site Fiocruz – Bernardo Portella

O que é a febre amarela?

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, que tem curta duração (no máximo 10 dias), sua gravidade varia e sua causa é o Vírus RNA, transmitido por mosquitos silvestres infectados (Sabethes e Haemagogus). Sua ocorrência se dá principalmente na América do Sul e na África. MAS ATENÇÃO: a transmissão não ocorre de pessoa para pessoa, nem por macacos para pessoas. O que acontece é que os mosquitos picam os macacos que acabam morrendo. A morte desses animais, inclusive, é um sinalizador de que o vírus está ocorrendo naquela localidade, mas eles não o transmitem. Por isso é um erro matar os bichos como vem ocorrendo em algumas cidades.

Febre Amarela mosquito transmissor
Imagem: Site Fio Cruz – Josué Damacena

Sintomas

Seus sintomas são febre, dor de cabeça, calafrios, dores no corpo, vômito, náuseas, icterícia (quando os olhos e a pela ficam amareladas), insuficiência renal e em casos extremos hemorragias (no nariz, estômago, intestino, urina e mucosas).

A quem se destina a vacina e quem não deve tomá-la?

A vacina é destinada a todas as pessoas a partir de 09 meses até os 60 anos de idade, que não tenham contraindicações médicas formais ao seu uso. Uma vez vacinada a pessoa tem dez anos de proteção e o seu reforço durante este período não é necessário, nem recomendado, a não ser que se more em área de risco referenciada pelos órgãos de saúde.

Quem não pode tomar a vacina da febre amarela

Grávidas ou mulheres que estejam amamentando, crianças menores de 06 meses, pessoas que tomam alguma medicação que interfira no efeito da vacina, pessoas com imunodeficiências como: HIV, lúpus, neoplasia ou que estão se submetendo a tratamento quimioterápico, quem usa corticoide ou tem alergia a ovo (pois o imunizante da vacina possui em sua composição a proteína do ovo). Mas em cada um desses casos a avaliação de um especialista é necessária e importante.

O que é a dose fracionada da vacina?

O frasco da vacina possui 0,5 ml do liquido imunizante. Dai quando se fala em vacina fracionada o que acontece é que esse frasco será dividido em 5 doses, cabendo 0,1 ml a cada pessoa que for vacinada. Conforme o Ministério da Saúde a vacina fracionada é capaz de garantir proteção de até 8 anos para o vírus da febre amarela, sendo necessária uma nova dose só 9 anos depois. A diferença entre a fracionada e a dose total é que a total permite uma imunidade duradoura, sem precisar se revacinar.

Febre Amarela
Imagem: Site Fiocruz – Bernardo Portella

Vou viajar e preciso me vacinar. Qual o tempo de antecedência?

Como qualquer vacina, a da febre amarela também precisa alguns dias para imunizar completamente o organismo, sendo assim o Ministério da Saúde recomenda que a vacinação para quem vai para alguma área de risco (áreas de ecoturismo e locais com matas e rios) aconteça com pelo menos 10 dias de antecedência, pois é o tempo necessário para que a vacina faça seu efeito. E sempre lembrem de usar repelentes tanto para o corpo como os de casa, aqui também vale as famosas telinhas nas janelas! Isso vale tanto para quem vai viajar como para os moradores das áreas de risco. Prevenção é tudo!

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, o Ministério da Saúde disponibiliza o Portal do Viajante – para garantir que você tenha uma viagem tranquila tanto no Brasil quanto no exterior. Além disso a OMS tem uma listagem (em inglês) dos países onde é obrigatório entrar vacinado, veja ela aqui.

Restou alguma dúvida? Acesse o Portal do Ministério da Saúde para Febre Amarela. Ou o Especial Febre Amarela, produzido pela Fiocruz – Fundação Osvaldo Cruz.

Febre Amarela

Com este post espero ter ajudado a informar. E vocês? Estão com as vacinas em dia? Moram ou vão para áreas onde será necessária a vacina da febre amarela? Acessem os canais do Ministério da Saúde e vejam onde a vacina está sendo distribuída e fiquem seguros. 😉

>>> Em Blumenau a vacina pode ser encontrada nos AGs – Ambulatórios Gerais dos bairros da Velha, Escola Agrícola, Centro, Badenfurt, Fortaleza, Itoupava Central e Garcia. No período das 08h às 13h.

Febre Amarela

Fonte das informações: Portal do Ministério da Saúde e Agência Fiocruz (consultados em 29/01/2018).


PLANEJE SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRACotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas! Ou compare o preço de seus hotel pelo Trivago.

INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com, Trivago e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

COMPARTILHAR
Artigo anterior7 atrações no Centro Histórico de São Paulo + Bônus
Próximo artigoA rota da fé pelo centro de São Paulo
Sou a Márcia, gaúcha lá de São Leopoldo. Sou jornalista, gremista, leonina, corredora amadora, viajante e Editora do Casa de Doda! Aqui eu conto sobre os lugares por onde andei e as belezas que vi. E sobre o que eu não gostei, também!! Vem passear comigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui