O que fazer em Curitiba, essa cidade multicultural

0
1252

Você sabe o que fazer em Curitiba, a capital do Paraná? Por ser relativamente perto aqui de Blumenau, sempre que dá vamos passear por lá. Por isso hoje vou compartilhar com vocês o que tem de bom nessa cidade tão cheia de cantinhos legais para visitar 😉

Considero a cidade muito bonita e organizada. Os moradores com quem já conversei claro, veem de outra forma, mas são unânimes em dizer que Curitiba é recheada de atrações por todos os lados. Bora então dar uma passeadinha?

Antes um pouco de história

Fundada em 1693, a partir de um pequeno povoado bandeirante, Curitiba tornou-se uma importante parada comercial com a abertura da estrada tropeira entre Sorocaba (SP) e Viamão (RS) vindo, em 1853, a ser a capital da recém-emancipada Província do Paraná. 

Desde então a cidade, conhecida por suas ruas largas, manteve um ritmo de crescimento urbano fortalecido pela chegada de uma grande quantidade de imigrantes europeus ao longo do século XIX, em sua maioria alemães, poloneses, ucranianos e italianos, que contribuíram para a diversidade cultural até hoje presente. 

Painel de Potty Lazzarotto, importante artista plástico paranaense.
Painel do artista plástico paranaense, Potty Lazzarotto, no centro histórico de Curitiba.

O que fazer em Curitiba

Rua 24 Horas

Centro de compras, lazer e de informações turísticas, foi inaugurado em setembro de 1991. Até o ano de 2007 funcionava as 24 horas sem parar! A partir desse ano começou a fechar às 22h, por questões de segurança.

Em 2010 inciou-se uma grande reforma e revitalização do espaço, e em 2011 a Rua 24 horas voltou a funcionar, mantendo sua arquitetura peculiar. Sua cobertura transparente está apoiada em 32 arcos de estrutura metálica. Fica bem no centro da cidade.

ONDE FICA  

Rua Visconde de Nácar, s/n – Centro. Funciona das 09h às 22h.

PARQUES

Jardim Botânico de Curitiba

Também inaugurado em 1991, inspirado em jardins franceses, é uma homenagem a engenheira civil Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, uma das pioneiras do planejamento urbano da cidade. A estrutura metálica da estufa abriga espécies botânicas de referência nacional.

40% dos seus mais de 170 mil m² corresponde a um Bosque de Preservação Permanente, onde estão as nascentes formadoras dos lagos do Jardim. Uma das atrações dentro do Jardim Botânico é a estufa de vidro, inspirada no Palácio de Cristal de Londres.

Nele, inúmeras espécies da flora tropical ficam expostas permanentemente. Em um dos chafarizes a escultura “Amor Materno” repousa, emoldurada pelo verde que reina no espaço.

ONDE FICA

Rua Eng. Ostoja Roguski – Jardim Botânico. Funciona de terça a domingo, das 06h às 20h, no verão. E das 06h às 19h30, no inverno. Entrada gratuita.

O que fazer em Curitiba, Jardim Botânico inspirado em jardins franceses
Parque Tanguá

O Parque, que foi inaugurado em 1996, surpreende pela sua beleza. Fica em uma área de 235 mil m², lugar de um antigo complexo de pedreiras desativadas. Faz parte do projeto de preservação do curso do Rio Barigui, junto com os Parques Tingui e Barigui.

Além de toda a beleza dos jardins, ainda tem destaque duas pedreiras, unidas por um túnel de 45 m de extensão, que pode ser atravessado a pé por uma passarela sobre a água.

O parque tem um bar flutuante, espaço para churrasqueiras, mirante, pista de corrida e caminhada. É muito usado pela comunidade para prática de exercícios.

ONDE FICA

Rua Oswaldo Maciel, 97 – Taboão. Funciona diariamente das 08h às 18h. Entrada gratuita.

O que fazer em Curitiba, vista noturna do Parque Tanguá
O que fazer em Curitiba, Lago do Parque Tanguá
Lago da pedreira do Parque Tanguá
Parque Tingui

Inaugurado em 1994, ali fica o Memorial Ucraniano, que tem implantada a réplica de uma igreja ucraniana onde são realizados eventos culturais e exposições.

A edificação e o campanário, baseados no estilo bizantino, que caracterizam as construções da Ucrânia, é uma homenagem à influência da cultura ucraniana na história de Curitiba.

ONDE FICA

Av. Fredolin Wolf, 1870 – Pilarzinho. Funciona diariamente, 24h. Entrada gratuita.

Ópera de Arame

Teatro de estrutura tubular e teto transparente, com capacidade para mais de 1500 pessoas. O espaço faz parte do Parque das Pedreiras, que tem a Pedreira Paulo Leminski, batizada com o nome do poeta e letrista curitibano. É considerada uma obra emblemática por sua estrutura e foi inaugurada em 1992.

A Ópera de Arame é palco de shows, peças teatrais e pode ser locado para eventos diversos. Atualmente o programa Vale da Música movimenta o espaço, para quem curte música instrumental como jazz, blues e MPB, tudo isso em um palco flutuante no lago em frente. Eu adorei!

ONDE FICA

Rua João Gava, 970 – Abranches. Funciona: todos os dias, das 10h às 19h. 

O que fazer em Curitiba, Opera de Arame
Ópera de Arame toda iluminada
Vale da Música, oferece shows de música instrumental
Passeio Público

Primeiro parque público de Curitiba, foi inaugurado pelo presidente da Província do Paraná, Alfredo d’Escragnolle Taunay, em 1886. Seu portal é uma cópia do portão do Cemitério de Cães de Paris, que já não existe mais.

Foi considerada a primeira obra de saneamento da cidade, pois transformou um espaço onde antes havia um charco num espaço de lazer em meio ao verde. Ali funcionou o zoológico de Curitiba e até hoje abriga animais de pequeno porte. 

ONDE FICA

Rua Presidente Carlos Cavalcanti, s/n – Centro. Funciona de terça a domingo, das 06h às 20h. Entrada gratuita.

Antigo pórtico do Passei Público, ainda preservado
Bosque do Alemão

Localizado na antiga fazenda da Família Schaffer, o Bosque do Alemão possui 38 mil m² de puro verde e vários espaços que fazem referência às tradições germânicas! Tem uma torre panorâmica de 15 m de altura, que proporciona uma bela vista da cidade. 

A caminhada pelas trilhas começa pelo Oratório de Bach, onde os visitantes são recebidos. A construção, em estilo neogótico, é réplica de uma antiga igreja presbiteriana que existiu na cidade.

O passeio é imperdível especialmente para as crianças, pois a trilha no meio da mata é uma reprodução do conto de fadas dos Irmãos Grimm, João e Maria. Com direito até a Casa da Bruxa!

O passeio termina no pórtico que reproduz a fachada da Casa Milla, um dos exemplares da arquitetura alemã na cidade. 

ONDE FICA

Rua Niccolo Paganini, s/nº. Funcionamento – Bosque diariamente, das 08h às 18h. E a Casa da Bruxa, também diariamente, das 09h às 17h, sendo que a hora do conto acontece nos finais de semana, às 11h, 14h e 16h. Entrada gratuita.

Oratório de Bach, Bosque do Alemão
Pórtico do Bosque do Alemão
Torre Panorâmica

Antiga torre de telefonia de onde é possível ter uma visão 360° da cidade. Tem 109,5 metros ficando numa altitude 1.050 metros do nível do mar.

Inaugurada em 1991 é administrada pela Oi e o Instituto  Municipal de Turismo que tem um ponto de informações turísticas ali. No local também fica o Museu do Telefone.

ONDE FICA

Rua Professor Lycio Grein Castro Vellozo, 191 – Mercês. Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h30. Entrada R$ 6,00 inteira e R$ 3,00 meia.

Entrada da Torre Panorâmica.
Vista noturna da cidade de Curitiba, do alto da torre panorâmica
Vista noturna da cidade, do alto da Torre Panorâmica. Lindíssimo.

MUSEUS

Museu Oscar Niemeyer

MON ou Museu do Olho, como é carinhosamente chamado. Suas formas arrojadas são um projeto do excepcional arquiteto Oscar Niemeyer, que se consolidou desenhando formas das mais variadas e encantando milhões de pessoas mundo afora. O museu é um dos maiores da América Latina e abriga exposições permanentes e itinerantes.

Umas das exposições que já visitei, foi a das obras de arte apreendidas na Operação Lava Jato, que estavam sob guarda do museu até decisão definitiva da Justiça. Um das telas apreendidas (autêntica diga-se), é de um dos meus artistas favoritos, pintor surrealista, o catalão Joan Miró.

O Museu Oscar Niemeyer faz parte do trajeto percorrido pela Linha Turismo. 

ONDE FICA

Rua Mal. Hermes, 999 – Centro Cívico. Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h. Entrada inteira R$20,00 e meia R$ 10,00. Sua bilheteria fica aberta até às 17h30. Maiores informações acesse o site do MON.

Museu Oscar Niemeyer ou Museu do Olho
O que fazer em Curitiba, MON
Museu Ferroviário

Localizado no Shopping Estação, antiga Estação Ferroviária de Curitiba, o Museu Ferroviário guarda a memória da época em que os trens eram o meio de transporte da região.

Seu acervo expõe peças históricas e suas instalações buscam reproduzir o antigo funcionamento da estação, como a bilheteria e o escritório. Peças da RFFSA – Rede Ferroviária Federal, como uma locomotiva do início do século 20 e um vagão dormitório que serviu para hospedar o ex-presidente Getúlio Vargas, fazem parte da exposição.

ONDE FICA

Avenida Sete de Setembro, 2775 – Rebouças. Funciona de terça a sábado, das 10h às 18h. Domingos, das 11h às 19h. Visitação gratuita.
O que fazer em Curitiba, Museu Ferroviário
Museu Ferroviário de Curitiba, no Shopping Estação

Centro Histórico

É onde o passado preservado da antiga Vila Nossa Senhora da Luz revela uma Curitiba do futuro. Cosmopolita e muito cultural. Toda sua extensão é de pedras irregulares e ali ficam os prédios mais proeminentes da cidade, como o Paço da Liberdade, Palacete Wolf, Memorial Curitiba, Igreja do Rosário, entre outros.

Ali acontece também a famosa Feira do Largo da Ordem. Como muitos dos prédios históricos ficam em seu entorno e é possível visitá-los, o melhor é andar por toda a sua extensão. Vamos nessa?!

Largo da Ordem

Largo Coronel Enéas, mais conhecido como Largo da Ordem, é o ponto de união do casario do centro histórico. Palco dos pregões dos colonos, que vendiam seus produtos, trazidos das periferias. O antigo bebedouro dos animais, ainda está lá preservado. 

Antigo bebedouro do Largo da Ordem, Curitiba
Catedral Basílica Menor

Erguida em 1893, em estilo neogótico, é dedicada a Nossa Senhora da Luz e a São José dos Pinhais. Diz-se que em 1654, no mesmo local onde está a Catedral, uma capela foi construída, dando início ao louvor a Nossa Senhora.

Paço da Liberdade

Edificação em estilo art noveau, fica localizado na Praça Generoso Marques e foi construído em 1916. Já foi a sede da prefeitura de Curitiba. É tombado pelo Patrimônio Histórico e artístico nacional. 

Mesquita Imam Ali Ibn Abi Tálib

Inaugurada em 1972, possui uma cúpula central, ladeada por duas torres e impressiona pela beleza de sua cor azul turquesa. É possível visitá-la, mas é preciso atender às regras e costumes.

As mulheres só podem adentrar cobertas dos pés a cabeça. E todos devem entrar descalços. Eu entrei e fiquei alguns minutos lá dentro. O lugar, mesmo com o burburinho da rua e o movimento de pessoas, traz paz. 

Mesquita no Lago da Ordem, em Curitiba
Mesquita Imam Ali Ibn Ali Tálib, no Lago da Ordem
Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas

A Igreja do Rosário foi construída no século XVIII por escravos. A capela original foi demolida em 1931 e em 1946 ergueu-se a atual.

Já a Igreja da Ordem foi construída em 1737 e é a mais antiga igreja católica da cidade de Curitiba. Em seu anexo fica o Museu de Arte Sacra.

Prédio da UFPR – Universidade Federa do Paraná

Foi a primeira Universidade do Brasil, criada em 1912. Seu prédio de 1916 foi construído em estilo greco-romano, esta entre as edificações históricas que preservam a memória da cidade. Está localizada na Praça Santos Andrade.

No domingo, das 09h às 14h acontece a tradicional Feirinha do Largo da Ordem, com mais de mil expositores, que vendem de tudo e mais um pouco. Como adoro feiras, sempre bato ponto por lá! 

Linha Turismo

Uma dica legal para quem for passear em Curitiba é usar o Linha Turismo, ônibus que passa em praticamente todos os pontos turísticos.

Seu ponto de partida é a Praça Tiradentes, em frente a Catedral de Curitiba. Opera de terça a domingo, das 09h às 17h30 e passa a cada 30 min.

Seu ingresso pode ser comprado no próprio ônibus ou em postos de atendimento, como o da Rua 24 horas. Crianças até 5 anos não pagam.

Eu fiz o passeio para ter a experiência. Como já conheço boa parte dos pontos turísticos não precisei descer, mas o movimento de passageiros e intenso.

Ponto de partida do ônibus Linha Turismo, na Praça Tiradentes

No mais é só aproveitar e curtir tudo por lá. E vocês, já conhecem a cidade? Já sabem o que fazer em Curitiba? Deixem suas dicas nos comentários!


O que fazer em Curitiba


Redes Sociais

—> Curta e compartilhe os posts no Facebook seguindo a Fanpage do Casa de Doda

—> Siga o @casadedoda no Instagram e marque suas fotos com a Hashtag #casadedodatrips 😉


PLANEJE SUA VIAGEM

+DICAS DE HOSPEDAGEM
Encontre as melhores ofertas no Booking, site parceiro do blog desde 2016. 

+ALUGUEL DE CARRO
Pesquise na RentCars os melhores preços, o portal que garante o melhor preço na sua locação. Sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard, dá 5% de desconto no boleto e oferece atendimento em português.

+SEGURO DE VIAGEM
Para fazer uma viagem tranquila e segura, lembre-se de adquirir o seu seguro de viagem na Real Seguro Viagem, que compara a cotação de algumas das principais operadoras de seguros do mercado, sempre com os melhores preços. Pague em até 12x sem juros no Cartão de Crédito.  

+INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Booking.com e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.