Instituto Inhotim: venha ver, sentir e viver esse lugar!!

0
89

Minas Gerais têm muitos passeios legais e imperdíveis. A cada nova cidadezinha visitada, eu me encanto mais por esse estado. Por isso hoje vou falar sobre nossa visita ao Instituto Inhotim. Lugar procurado por dez entre dez turistas brasileiros e estrangeiros, de todas as idades. Vocês entenderão o por quê ao longo do post! 😉

Pelas pesquisas que fiz, o ideal é que o visitante se hospede nas proximidades, como Brumadinho ou Casa Branca, para ter tempo de ver tudo, já que o Instituto é enorme. Como somos do contra e moravámos perto, saímos de casa tarde (lógico!) e chegamos lá por volta de meio dia. De Sete Lagoas a Brumadinho são aproximadamente 100 km, indo pela BR 040. Só o caminho até lá já é um passeio, por uma estradinha cheia de sítios e fazendas, com alguns mirantes naturais para apreciar a paisagem, que é lindíssima.

Inhotim está localizado na cidade de Brumadinho – MG, é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), “um espaço plural, de fruição estética e cultural”, conforme sua definição. OK! Concordo! Só que Inhotim é mais do que isso. É um convite aos sentidos, ao ócio criativo ou ao ócio puro; um lugar para se esbaldar, literalmente!!!  Vou explicar!!

A chegar a Brumadinho já vamos sentindo o clima cultural, nos murais espalhados pela cidade.

Idealizado pelo empresário Bernardo de Mello Paz, nos início dos anos 1980, o Instituto fica em uma área de mata com mais de 100 ha (1.000.000 m²), com uma infinidade de espécies da flora brasileira. São palmeiras, flores, folhagens, orquídeas, árvores centenárias, que juntas formam um enorme Jardim Botânico, chancela recebida em 2010, atribuída pela Comissão Nacional de Jardins Botânicos (CNJB), passando assim, a integrar a Rede Brasileira de Jardins Botânicos. É um lugar magnífico!

Artistas como Tunga (falecido recentemente), Amílcar de Castro, Hélio Oiticica, Adriana Varejão, entre outros, têm exposições permanentes, que se dividem em mais de vinte galerias. Além disso os Jardins Temáticos, convidam os visitantes a interagirem com diversas obras, como o Jardim de Todos os Sentidos!

Ao longo de suas vias e ruelas, entre uma galeria de arte e outra, entre uma instalação e outra, bancos esculpidos em troncos de árvores (que já haviam caído, que fique bem claro) são colocados de maneira estratégica de frente para os lagos, convidando o visitante a sentar e contemplar, apenas isso.

Interação total com a instalação da artista Adriana Varejão !

Bom, com o calor inclemente que faz por estas terras de Tiradentes e JK, essa sombrinha amiga vinha a calhar, já que nós optamos por fazer o passeio caminhando. Na bilheteria, na hora de comprar a entrada (terça, quinta, sexta, sábado, domingo e feriados – R$ 44,00 inteira. Estudantes, crianças de 6 a 12 anos e idosos, a partir de 60 anos, pagam meia. Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito são aceitos), os monitores informam que existe o serviço de transporte interno (ao custo de R$ 28,00 por pessoa. Crianças até 5 anos não pagam), mas que o ideal é que tudo seja feito a pé, para melhor aproveitar as surpresas que o parque oferece. E foi o que fizemos, mesmo com marido sofrendo com o calor, tadinho. Coisa que ele logo achou uma maneira de amenizar!!! Olha ele ali, ao estilo Mary Poppins!!!

Ao longe, a Galeria True Ruge, com uma instalação do artista Tunga.
Olha eu, dentro da instalação! A obra é de 2004 e o objetivo é esse mesmo, de fazer trabalhar o imaginário.

O Instituto tem uma ótima infra-estrutura com restaurantes e café, para todos os estilos e bolsos! Banheiros espalhados pelo parque, incluindo banheiros adaptados para portadores de necessidades. E tem também a lojinha de lembranças, com regalos assinados por vários artistas (os preços são meio salgadinhos, mas compre pelo menos um lápis, que custa em torno de R$6,00!!).

Nós almoçamos no Restaurante Tamboril, que oferece buffet livre, já com a sobremesa incluída. Funciona todos os dias, de terça a sexta, das 12h às 16h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. Aceitam todos os cartões de crédito e débito. A comida é deliciosa!!

Outra opção é o Restaurante Oiticica, que tem uma vista linda para o lago e oferece buffet self-service. E o Café do Teatro, ao lado do Teatro Inhotim que oferece lanches rápidos. Se for visitar Inhotim no verão, ATENÇÃO! Uma dica muito importante: vá de roupa confortável, chinelos de preferência, leve chapéu ou boné e muita água. Lembrando que o visitante não pode entrar com bebidas ou comida, mas isso não será problema, pois já dei o “bizu” da infra estrutura gastronômica de lá! E faça o passeio a pé, que é muito mais divertido (vai ser cansativo, mas isso depois recupera eheheheh).

Falando no que NÃO pode! Veja aqui as regras de visitação do Instituto, assim como as sugestões de hospedagem, nessa lista de hotéis e pousadas. Horários de funcionamento do Parque: terça a sexta, das 09h30 às 16h30. Sábados, domingos e feriados, das 09h30 às 17h30. A loja funciona acompanhando os mesmos horários de funcionamento do Parque.

Entramos no clima e fizemos nossa instalação!!!!

Espero que tenham gostado. Têm mais dicas do Instituto Inhotim? Alguma dúvida? Deixem nos comentários!

Besos


PLANEJE SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRACotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas! Ou compare o preço de seus hotel pelo Trivago.

INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com, Trivago e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui