#CorraDodaCorra, na Meia Maratona Rio-Mafra

5
142

Em fevereiro fui correr a 6° Meia Maratona Rio-Mafra. A prova leva esse nome por que acontece entre duas cidades, em dois estados diferentes! Mafra, em Santa Catarina e Rio Negro, no Paraná, cortadas pelo Rio Negro, um dos afluentes do Rio Iguaçu. A Meia Maratona foi criada para celebrar a integração entre as duas cidades, dando mais visibilidade a elas através do turismo e comércio.

ponte-rio-negro-mafra-6
O Rio Negro divide os estados do Paraná e Santa Catarina, cortando a cidade de Rio Negro por 93 km de extensão. O rio tem 60 metros de largura e em média, 3,5 metros de profundidade. Sua navegação, na época da Província, serviu para inserir a cidade nas rotas comerciais existentes.

Distante cerca de 180 km de Blumenau, a estrada passa por lindas paisagens, pegando um pouquinho de Serra, mas a viagem é bem tranquila. A região, que é forte na agricultura, tem muitas plantações de fumo e de soja ao longo do caminho. Fomos num bate volta, por isso não tive muito tempo para explorar as cidades! Mas o que consegui ver, achei bonitinho! 😉

Ficamos hospedados em Mafra, no Hotel Emacite Flex, um dos apoiadores da prova (eu contei sobre ele nesse post aqui), que fica a uns 500 metros de onde seria a largada na manhã seguinte. Depois de me acomodar fui andando até o outro lado da ponte, em Rio Negro, pegar meu kit corrida. Os preparativos já estavam à mil na Praça João Pessoa, principal ponto de encontro da comunidade Rionegrense e onde seria a largada/chegada.

 

Ali na Praça fica uma das relíquias históricas do município, o Rolo Compressor “Maria Fumaça” ! A máquina, produzida na Alemanha em 1929, servia para compactar as ruas da cidade e funcionava movida a lenha. Depois da corrida a fila era grande, pois todos queriam tirar uma foto no monumento!

rio-negro-pr-13

Rio Negro foi fundada em 15 de novembro de 1870, e recebeu influência de imigrantes açorianos, alemães e bávaros. Por muito tempo fez parte da rota dos tropeiros que saiam de Viamão, no Rio Grande do Sul, indo em direção a Sorocaba, no estado de São Paulo, passando também por Lages, na Serra Catarinense. Uma curiosidade: a Rua 15 de Novembro, em Rio Negro, é a mais antiga do Brasil e é uma homenagem a fundação da cidade e não a Proclamação da República, que só ocorreria 19 anos depois. 🙂

A estrutura da corrida foi toda montada em frente ao antigo Paço Municipal, um lindo casarão construído em 1899 e que hoje abriga o Arquivo Público da cidade.

Na manhã seguinte, bem cedinho (a largada foi às 07h30), lá estava eu, a postos, aguardando a vez de sair correndo! Algumas pessoas acham que é frescura, quando digo que a cada corrida a emoção e a adrenalina batem forte. Mas quem corre vai entender, por que isso acontece sim! Ainda mais quando se participa de uma prova nova, em uma cidade diferente. A vibe é muito boa! Dada a largada, atravessamos a ponte em direção a Mafra e enfrentamos ladeiras de gabarito viu?

meia-maratona-rio-mafra-12
A primeira ladeira foi na Ponte que liga as duas cidades! Construída em fevereiro de 1969, com o intuito de desafogar a antiga Ponte Metálica, que fica paralela a essa.
meia-maratona-rio-mafra-14
Militares do Exército, do 5° Grupamento de Carros de Combate, de Rio Negro, também participaram da prova, o que deu um gás nos demais corredores, já que eles cantaram quase o tempo todo. Foi um baita incentivo! Achei muito legal!!
mafra-sc-5
A outra ladeira foi a Rua Felipe Schmidt, importante centro comercial de Mafra, que em 2011 ganhou esse Portal, em estilo europeu, num trabalho de reurbanização.

Olha eu ai, já no quilômetro final da prova, acompanhada de perto por uma parte do 5° Grupamento do Exército. Estávamos passando pela Ponte Metálica, o primeiro elo de ligação entre as duas cidades. Construída em 1896, teve grande importância nos ciclos da madeira e da erva mate, além de ser por onde passavam os tropeiros e os mascates. Diz a história que duas pontes estavam para serem despachadas da Europa, uma para o Brasil e outra para a África e, por um descuido, as remessas foram trocadas, vindo para cá a ponte menor. Com isso sua montagem demorou mais do que o previsto, já que necessitou de adaptações. Representa o estilo arquitetônico belga, do século XIX.

ponte-rio-negro-mafra-1

A Meia Maratona Rio-Mafra, é patrocinada pela Arteris, responsável pela concessão de estradas em Santa Catarina e Paraná. E este ano a prova bateu um recorde de inscritos, chegando a quase 1200 atletas, entre os dois percursos, de 21 km e 5 km. Eu gostei bastante da organização. Os pontos de hidratação e gel foram suficientes, o que foi um alívio, já que no dia fez um calorzão! Na chegada os corredores eram esperados com frutas, isotônicos, iogurte, açaí, barrinhas de cereal e um grupo da faculdade de fisioterapia, para as massagens relaxantes. Tudo de forma ordenada e sem atropelos.

Prova finalizada com sucesso, fui dar uma voltinha ali pelo centrinho de Rio Negro. Na minha caminhada (depois de correr eu ainda estava no pique!!), passei pela Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus da Coluna. No momento acontecia a missa da manhã e em respeito não entrei, também por que estava de shorts. Mas achei muito lindinha, cheia de vitrais e arcos em estilo romântico. Foi construída inicialmente do lado de Mafra, em 1831 e era de madeira. Em 1859 é transladada para o lado rionegrense e resiste até o ano de 1879, quando então é construída uma nova, em alvenaria. Em 1916 passa por reformas e ampliações e é a edificação que existe até hoje. No pátio da Igreja fica o Cruzeiro e uma Gruta com a imagem de Nossa Senhora de Lourdes, que atraem muitos fiéis e romeiros.

Na esquina da Igreja Matriz está o prédio do Fórum de Justiça. Inaugurado em 1928, é um exemplar da arquitetura neoclássica, com tendências dos séculos XVIII e XIX. Depois de anos passou por uma profunda revitalização, sendo re-entregue a cidade em 2005.

rio-negro-pr-28

Outros pontos turísticos de Rio Negro:

  • Cine Teatro Antônio Cândido do Amaral – faz parte do antigo Seminário e Colégio Seráfico.
  • Museu Professora Maria José França Fohs – fica no Palácio Seráfico, antiga residência dos Padres Franciscanos. Seu acervo resgata os usos e costumes dos povos que colonizaram a região.
  • Capela Cônego José Ernser – em estilo eclético é ricamente adornada em seu interior com pinturas e entalhes.
  • Parque Ecoturístico Municipal São Luis de Tolosa – prédio do Seminário e “Collegio Seraphico”. Teve origem em Blumenau (SC), no ano de 1891. Mas por vários motivos, os padres franciscanos resolveram mudar para outra cidade, escolhendo assim Rio Negro.

Alguns pontos turísticos de Mafra:

  • Centro Paleontológico | Museu da Terra e da Vida – exposição de fósseis e evidências geológicas descobertas no Sul do Brasil. Fica em Mafra, por que ali foram encontrados fragmentos do Permiano ou seja, antes dos dinossauros.
  • Usina do São Lourenço – Hidrelétrica inaugurada em 1914 e que ainda está em funcionamento.
  • Igreja Ucraniana

E assim terminou mais uma corridinha. Em um lugar diferente e que tinha muito pra contar!! Gostaram? Espero que sim. Então até a próxima!

Besos

**As fotos da corrida com a marca da Arteris, ficaram disponíveis por um mês na internet, para quem quisesse fazer download. Após esse prazo só adquirindo direto com os fotógrafos. Eu capturei as minhas !


PLANEJE SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRACotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas! Ou compare o preço de seus hotel pelo Trivago.

INGRESSOS DE ATRAÇÕES, PASSEIOS, TRANSFER’S é com a TourOn.


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da TourOn, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com, Trivago e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

5 COMENTÁRIOS

  1. Maneiríssima essa corrida! Gostei! Até porque tem muita história envolvida e eu adoro isso… E que legal deixarem as fotos disponíveis gratuitamente por um mês… Nunca tinha visto isso… Show!
    Parabéns pela corrida!
    Super beijo
    Carolina

    • Carol, eu sempre digo que, por mais que o passeio seja curto e a cidade pequena, sempre tem algo pra gente descobrir né? E eu achei as duas cidades tão bonitinhas! Sobre as fotos, achei super gentil da parte da organização fazer isso. Eu também nunca tinha visto! Beijos

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui